terça-feira, abril 21, 2015

Pseudoprofundidade


De vez em quando me deparo com situações esquisitas. Mas poucas coisas me deixam mais constrangido do que palestras em que a sabedoria cármica do universo se mistura com os aspectos ordinários do cotidiano através da pseudoprofundidade.

Situação: Auditório lotado. Palestrante motivacional/guru/sábio/"""""""""filósofo"""""""""" (aspas infinitas).

O guru/sábio/"""""""""filósofo"""""""""" olha para a platéia e muito lentamente, com uma voz cuidadosamente empostada solta a primeira "verdade fundamental":

- O ser humano precisa tomar as rédeas de sua vida...

O público concorda, balança a cabeça lentamente de cima para baixo como que emulando a serenidade calculada do palestrante.

- Lembrem-se que a morte chega para todos.

A platéia suspira com esta pérola de sabedoria. Uma senhora sentada na primeira fila sussurra para a amiga ao lado:

- Como isso é verdade!

A sintonia entre o guru e aqueles que bebem de sua sabedoria é enorme. Os olhos estão presos nele. Pode-se ouvir a respiração coletiva presa à espera da revelação.

- Todos queremos ser amados, mas o dinheiro serve para comprar coisas. Você deve ser uma pessoa com orientações atitudinais positivas e não negativas.

E a platéia alcança um orgasmo psíquico instantâneo.

- O universo é composto por energias e precisamos equilibrar o balanço cósmico inerente ao cosmo.

A não-compreensão gera um frêmito pélvico em todos os presentes.

Olhando fixamente para cada um dos presentes, sustenta um minuto de silêncio reflexivo. Com um pequeno sorriso e uma expressão que poderia ser interpretada como "preparem-se para a maior verdade do universo", o sábio fala:

- E para encerrar, não esqueçam que a vida é muitas vezes uma forma de morte.

O auditório vem abaixo. Aplausos frenéticos. Lágrimas nos olhos dos mais sensíveis. Um sentimento  "robertocarliano" de que daqui pra frente tudo vai ser diferente.

O presidente da empresa que organizou a palestra para os funcionários sobe ao palco e pega o microfone.

- Muito obrigado! Todos nós aprendemos muito hoje com a palestra "Ética no trabalho: como devemos nos relacionar com os colegas". 
 

Um comentário:

Vinicius Morhy disse...

Muito bom, cara. Sou teu fã.