domingo, março 13, 2011

Longevidade

Domingo, sete da manhã. Estou sentado em frente ao computador elaborando questões para provas. Ao perceber que meus finais de semana são utilizados para trabalhar, lembrei de uma história. Segue a dita.

Sentada em um banco de praça, uma senhora de cabelos brancos e pele enrugada fuma tranquilamente um cigarro. Um médico, fazendo cooper, passa por ela e pensa "nossa, tão velhinha e fumando... Impressionante, eu me cuido tanto e talvez não chegue à idade dela".

Com esse pensamento, o médico resolve conversar com a senhora.

- Olá, desculpe, mas não pude deixar de notar a senhora sentada aqui, fumando tranquilamente. Qual seu segredo? Como viver tanto? Mesmo com o hábito de fumar?

Ao que a senhora respondeu.

- Ah... É que eu sou professora, amo o que faço. Acordo todo dia às cinco da manhã. Dou aula das sete da manhã às dez da noite. Chego em casa e corrijo provas, elaboro questões, apostilas e afins até duas da manhã. Durmo às duas e meia, às cinco começa tudo de novo. No sábado dou aula de manhã e pela parte da tarde e da noite corrijo mais provas e elaboro mais questões. Domingo de manhã acordo cedo para estudar um pouco, de tarde mais provas e no início da noite tiro meia hora para fumar um cigarro na praça.

O médico, impressionado, exclama.

- Mas isso é fantástico! O segredo de sua longevidade é o trabalho! Quantos anos a senhora tem?

Ela olha para o horizonte, traga devagar seu cigarro e responde melancólica.

- Trinta e cinco...

5 comentários:

Fernando Martins disse...

Hhahahaha.... ainda bem que você parou de fumar.... hahaha....

Raíssa Bahia disse...

Essa é a sina dos professores? Preciso imediatamente trocar de profissão enquanto há tempo...rsrs Excelente texto, parabéns.

Realidade Sonhada disse...

hahaha, espero que não sejam nossas provas =X Agora é só tentar rejuvenescer nas férias =p

Anônimo disse...

kkkkkkkk' não elabora muitas questões, vai te divertir mesmo, aí se sobrar tempo você faz umas questões fajutas mesmo.

-Alguém do 1MTB...

Fernanda Melém disse...

Hahaha, ótimo texto.
Estou adorando seus blogs, professor, escreves muito bem.